Aécio acusado de ocultação de patrimônio e sonegação fiscal

Diário do Centro do Mundo
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve ter em breve uma definição sobre a possibilidade de entrar na disputa eleitoral com o peso de uma investigação por suspeita de ocultação de patrimônio e sonegação fiscal.
… O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta sexta-feira, 12, que “nos próximos dias” emitirá parecer sobre a representação feita contra Aécio e a irmã dele Andrea Neves.
“Ainda não conclui esse exame. É uma questão que ainda está sendo examinada, mas haverá uma definição antes da conclusão do meu mandato, sem dúvida nenhuma”, disse Gurgel, cujo mandato termina no dia 15 de agosto, referindo-se à representação contra Aécio.
A representação contra Aécio foi apresentada à Procuradoria da República em maio de 2011 por deputados que fazem oposição ao governo do Estado.
A justificativa é de que Aécio declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de pouco mais de R$ 617 mil, mas foi flagrado numa batida policial da Lei Seca no Rio dirigindo um Land Rover.
Aécio recusou-se a fazer o teste do bafômetro e contratou um taxista para dirigir o carro até a residência que mantém na capital fluminense.
O automóvel, avaliado em mais de R$ 300 mil, estava em nome da Rádio Arco-Íris, retransmissora da Jovem Pan em Belo Horizonte que pertence a Aécio, a Andrea e à mãe deles, Inês Maria Neves Faria.
De acordo com a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg), a rádio tem capital social de R$ 200 mil. Mas tinha outros 11 carros na frota — pelo menos três importados.
Aécio entrou na sociedade no fim de 2010, após deixar o governo de Minas Gerais e ser eleito para o Senado.
O caso deflagrou uma briga interna no Ministério Público Estadual (MPE) de Minas.
Depois de o então procurador-geral de Justiça do Estado, Alceu José Torres Marques, arquivar representação para verificar se a Arco-Íris recebia recursos do governo estadual durante a gestão de Aécio, integrantes do bloco Minas Sem Censura, de oposição ao Poder Executivo, fizeram nova denúncia ao MPE.
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/1-aecio-acusado-de-ocultacao-de-patrimonio-e-sonegacao-fiscal/
 
via Jorge André Irion Jobim, em seu Facebook
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s